Natal na Europa (II): Munique

Continuando a série “Natal na Europa”, que começou com imagens de Garmisch-Partenkirchen, hoje mostro as festividades de final de ano em Munique, capital da Baviera. München, apesar de ser uma metrópole de 1,4 milhões de habitantes, por vezes nos lembra aquelas pequenas vilas de filmes – não é atoa que os próprios moradores a chamam de “grande aldeia”. E tudo fica ainda mais poético e aconchegante durante o Natal: as praças se enchem de tendas de madeira e calor humano, formando feirinhas típicas na qual se resgatam tradições da culinária e decoração. Por isso o Natal na Alemanha é um dos mais famosos do mundo, desde a época em que os “Mercados de Natal” surgiram, no século 14. Naquela época os artesãos começaram a vender brinquedos, doces e lembrancinhas no mês do nascimento de Cristo, e aos poucos conquistaram turistas de todos os cantos do planeta.

Apesar de já conhecermos Munique – e inclusive ter passado uma semana na cidade dois meses antes do Natal de 2012 -, nossa “caravana” (eu, meu marido e minha irmã) fez questão de iniciar a “trip natalina” pela bela München. Fomos até o centro pela manhã de um sábado, e estacionamos o carro perto da Karlsplatz, uma das portas da cidade. Logo nos encantamos com tudo o que vimos: no lugar do chafariz da praça estava uma grande pista de patinação de gelo, com crianças cheias de casacos se divertindo. Ali mesmo também havia uma casa de madeira com mezanino, onde papais podiam observar seus filhotes, degustando salsichas, wafers, bratwurst (pão de gengibre) e o delicioso Glühwein, vinho quente servido em canecas temáticas.

Ficamos um tempo por ali e depois caminhamos pela rua Maxburgstrasse, onde só circulam pedestres, passando pelas diversas tendas de comidinhas. Nos deparamos com tantas guloseimas, que foi difícil decidir entre Pretzel, Liebesapfel (maçã do amor), Schoko-Banane (banana com chocolate) ou até mesmo frutas coloridas e imensas. Aliás, o lugar tinha um aroma irresistível de chocolate, caramelo, flores, frutas. Nesta avenida também ficam as lojas de bonecos de madeira, uma tradição na Alemanha. Mais adiante, chegamos a Marienplatz, praça central do município, onde está a prefeitura (Rathaus). Neste local concentra-se o maior número de tendas, com luzes, enfeites, árvores, música ao vivo e muitas pessoas no maior clima natalino. E foi então que anoiteceu e nos refugiamos do intenso frio na choperia Hofbräuhaus, aproveitando para brindar a mais um dia inesquecível de nossas vidas!

?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????5272480873_118d0bea28_z????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Um pensamento sobre “Natal na Europa (II): Munique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s