Vestidos antigos de noiva que nos inspiram

Como já contei no Facebook do blog, no  último domingo participei de uma festa de encontro da família Assmann, em Santa Cruz do Sul. O pessoal estava animadíssimo, e rolou até um “cantinho das recordações”, com dezenas de fotos do passado, dos casais que formaram a “grande famíia” que somos hoje. Em um dos painéis estavam imagens dos casamentos do clã, ocorridos pela década de 40 a 60, com meninas na faixa dos 15 aos 20 anos (é, o povo casava cedinho!). Como eu já estava há tempo pensando em criar uma editoria sobre casamentos aqui no Moda na Mala, pensei que seria a matéria ideal para “abrir os trabalhos”. Então fotografei os lindos vestidos de noiva e os looks de algumas convidadas destes supereventos. Fiquei encantada com a beleza dos trajes, até porque sou apaixonada por este tipo de vestido de mangas longas, gola e renda – não foi a toa que me casei assim!!! Abro a sessão com a foto dos meus avós Serena e Affonso.

Serena usou um clássico vestido branco, cuja história da cor começa no século 16. Registros dão conta de que a rainha Mary Stuart, da Escócia, teria sido a primeira a usar o branco, como homenagem à família Guise, de sua mãe, que tinha o branco no brasão. Outro relato é sobre a boda da rainha Maria de Médici, da França, no século 17. Natural da Itália, Maria usou uma vestimenta branca, com detalhes dourados e com decote quadrado, causando rebuliço na corte francesa. Diz-se que, apesar de ser de tradição católica, ela se rebelou contra a estética religiosa que indicava o uso de cores escuras, geralmente preto, e vestidos fechados até o pescoço. Michelangelo atribuiu o branco do vestido de Maria de Médici à pureza da moça, que tinha apenas 14 anos.

Mas o amor romântico faz com que muitos atribuam a origem do vestido de noiva branco à rainha Vitória, da Inglaterra, no século 19. Isso porque ela foi uma das primeiras nobres a se casar por amor e em um esplendoroso traje, com vestido e véu brancos e sem coroa, o que também foi inédito. Por ser uma rainha, foi ela quem pediu o marido, o príncipe Albert, em casamento. Depois que o marido morreu, a rainha Vitória só usou preto, por isso se associa a época vitoriana a essa cor. Inicialmente, na Idade Média (entre 476 d.C e 1453 d.C), as mulheres usavam vestidos de qualquer cor, inclusive estampados. O importante era que fossem muito luxuosos, para mostrar o poder aquisitivo da família. Depois predominou a cor preta, no período da alta Renascença (século 16).

foto (7)foto (2)foto (4)foto (3)

foto (10)foto (5)foto (6)foto (8)foto (9)foto (12)foto (19)foto55fotofotohhhfoto (11)foto (13)foto (14)foto (17)foto (16)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s