Minha formação em Consultoria de Imagem

Hoje tenho uma novidade muito bacana para contar à vocês: me formei Consultora de Imagem e Personal Stylist na última semana, em Porto Alegre, pela Ecole Supérieure de Relooking, escola francesa conceituadíssima na área. Com esta formação posso desenvolver um trabalho sistêmico de aprimoramento da imagem pessoal e profissional de um cliente, detectando seu estilo de se vestir, seu comportamento, morfologia (tipo de corpo) e a harmonia de cores que lhe favorece, a fim de alcançar seus objetivos de imagem. Este perfil do cliente é traçado depois de alguns encontros, da aplicação do questionário de coaching e estilo, teste de colorimetria (Teste Revelador de Imagem), análise física e gerenciador de complexos. Após coletar estas informações, elaboramos um conjunto de conselhos que cumprirão os objetivos da cliente, indicando modelagens, cores e combinações de roupas que favorecerão o tipo físico dela e respeitarão seu estilo e rotina.

Foi este processo que aprendemos na teoria e na prática – inclusive atendendo clientes reais no último dia do curso – com Vandressa Pretto, Diretora da Veste Consultoria de Imagem, consultora de imagem pessoal e empresarial, coaching de imagem, além de ser sócia diretora e professora da Ecole Superiéure de Relooking de Paris em todo o Brasil – a única escola francesa a atuar com suas formações em território nacional. Vandressa ministra este curso em diversos estados, geralmente duas vezes por ano em cada lugar. Em Porto Alegre, no entanto, haverá uma edição extra de 4 a 8 de agosto. Já em de 25 a 30 do próximo mês será ministrado o curso Visagismo. Fiz algumas fotos do curso, inclusive do grupo de consultores que acaba de se formar. Estamos todos capacitados para atendê-los!!!

12345678

91010a111213151617181920212223

Look: Casaco de tricô pesado sobre vestido leve

Uma das possibilidades de tornar um look mais moderno é abusando da sobreposição de materiais bem distintos entre si. Por exemplo: um casaco de lã pesado + um vestidinho leve. Nesta tarefa de tornar a produção descolada também vale o mix de comprimentos diferentes, como um casaco maxi + um vestido midi, criando equilíbrio visual. Mas para experimentarmos estes truques, é preciso entendermos de “leves” e “pesados”. Let´s go:

Elementos leves: peças que trazem uma mensagem limpa, neutra, clara e feminina. São peças fluidas compostas de tecidos finos como seda, crepe e devoré, por exemplo. Compõe um estilo elegante. Podem ser camisas, vestidos e saias.

Elementos pesados: modelagens mais estruturadas, espessas e pesadas como a lã, feltro, tafetá, neoprene, emborrachados, lã batida e paetês. As cores que melhor funcionam como coringa são as neutras, como o nude, preto, caqui e branco. Atendem aos estilos moderno ou tradicional, dependendo de como são combinadas.

Agora que já falamos dos elementos, vamos ao exercício fashion???? Minha proposta é aproveitar o frio deste inverno para abusar de casacos pesados sobre vestidinhos leves, o que fica muito feminino e ao mesmo tempo ousado. O que acharam?

12356911 13141718

Look do dia: pink com preto e jeans

Sei que algumas de vocês talvez tenham um certo preconceito contra a cor pink, por temer parecer uma “Barbie fashion exagerada”, certo? (rsrsrs). Outras podem se amar a bordo da cor e desejar usá-la toda hora. Amando ou odiando (ou temendo) a cor, a verdade é que o pink pode, sim, se tornar um bom aliado na hora de criar nossos looks, sem parecer infantil ou chamativo. O segredo para começar a treiná-la é focar em apenas uma peça da tonalidade, “apagando-a” com outros itens neutros, como o preto, nude ou jeans, por exemplo. Assim o resultado é uma produção estilosa e poderosa na medida certa. Foi o que fiz no look inspiração de hoje: resgatei um casaco de pele (fake) pink e mixei com uma flare jeans e blusa preta básica, caprichando no óculos de sol, da marca Margaux, cujo modelo é inspirado na Miu Miu e pintado a mão. Veja só:

12345

O minimalismo luxuoso de Thierry Mugler

O francês Thierry Mugler, um dos meus estilistas preferidos, novamente deu aula de moda na sua pré-coleção de primavera verão 2015. No desfile cuja assinatura da direção criativa esteve a cargo do designer David Koma, foi revelada uma visão ousada e coerente da mulher moderna Mugler, transformando códigos da etiqueta em um guarda-roupa fresh e dinâmico. As peças levam cortes secos, retos e linhas minimalistas. Muitas delas são monocromáticas ou levam pontos de cores vibrantes, e a maioria tem fendas e recortes assimétricos estratégicos, o que traduz ainda mais a personalidadeda coleção – que tem ainda algumas estampas “rabiscadas” bem particulares, assim como as aplicações de tecidos tramados em pontos estratégicos. Simples e elegante!

1921081_10152617136444343_8752426169085507460_o10479925_10152617134434343_7592529105393973385_o10333480_10152617136559343_9046975614278393005_o10369032_10152617136469343_8191632834013204201_o10382300_10152617136064343_7793267447437151606_o10397231_10152617134409343_9102588846179678649_o (1)10403838_10152617136299343_2715890671278799494_o10450031_10152617134659343_7396705821567118412_o10454251_10152617134874343_8910113944277263748_o

10454410_10152617136139343_7422838283550101500_o10457666_10152617135009343_3601140498884748815_o10468473_10152617136284343_6445153532567317630_o10476332_10152617134554343_5700981104441260015_o10484551_10152617136374343_412050549412210614_o10496148_10152617135179343_8653384454335314889_o10498218_10152617134414343_1883137127011011460_o10498351_10152617136124343_1592497616102654633_o10498600_10152617136644343_5676308280410998671_o10504875_10152617135374343_7443806761342002957_o10520665_10152617134924343_5674740134022478124_o10525371_10152617134739343_2993503003634706409_o10548057_10152617135874343_949451662589798415_o10548136_10152617135099343_2535105482391770475_o10548245_10152617134634343_3321694606337358886_o10556907_10152617135854343_7950532458308036754_o10557569_10152617136214343_5828292646852572622_o10557581_10152617135264343_6244300271258861946_o10560414_10152617135984343_868670892789106263_o

 

 

Look do dia: moletom com saia godê

Quantas vezes já tiramos do armário aquele moletom bacanudo que compramos no estouro da tendência “sport chic”, mas balançamos ao pensar “com o que combiná-lo?” Logo nos vem a imagem de uma calça preta justa ou até de uma flare jeans. Mas por que não ousar um pouquinho e coordená-lo com saia? É possível montar looks personalizados com moletom e saia godê, midi, evasê ou lápis – monocromáticas ou até mesmo estampadas. Assim, com um moletom “podrinho” e uma saia superchique, por exemplo, saímos da mesmice e desfilamos no puro estilo Hi-Lo. Vale até tecidos arrumados como a renda, paetê e metalizados para fazer este contraponto. Eu escolhi uma saia de cor viva que iluminou o visual. Inspire-se!

124578131415foto 3 (4)

Receita fácil: Purê light de abóbora

pure-de-abobora-com-leite-de-coco

Que tal uma receitinha deliciosa e saudável para a noite desta sexta-feira? A nutricionista Carolina Klein ensina uma receita superprática e sem nenhuma dificuldade até para iniciantes na cozinha, com poucos ingredientes e muito sabor!!!!! Eu adoro abóbora, e fiquei bem empolgada com este purê. Vamos aos ingredientes para quatro (4) porções:

3 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem

* 400 g de abóbora japonesa sem casca, cortada em cubos grandes

* 1/2 xícara de água

* 100 ml de leite de coco (ou até o purê ficar cremoso)

* 1 colher (sopa) de gengibre ralado e espremido (utilize apenas o suco)

* Sal e pimenta do reino a gosto

Apresentação1

 

Preparo

Aqueça uma panela e coloque o azeite. Refogue os cubos de abóbora no azeite até dourarem levemente. Adicione a água, diminua o fogo e tampe a panela. Cozinhe até a abóbora ficar macia. Coloque no processador ou liquidificador a abóbora cozida, o leite de coco e o suco de gengibre. Bata bem até ficar cremoso e, se necessário, adicione mais leite de coco. Tempere com sal e pimenta.

Dica do Moda na Mala: Sirva somente o purê, seja em uma cumbuca bonita ou dentro de uma abóbora natural, ou ainda acompanhado de peixe, carne, camarão, frango ou carne seca. Veja as sugestões abaixo:

sopa-de-abobora-com-gengibre-1372262430958_956x50002100_7892produto-c05.-mignon-com-purê-de-abobora-204purê de abóbora com carne seca lighta-anel-de-abobora-com-espinafre

 

Look do dia: chemise estampada, bota e jaqueta

A atemporal chemise, com sua leveza e conforto, pode ser uma boa pedida para estes dias “meio quentes, meio frios”. A temperatura anda bem estranha aqui pelo sul do Brasil, e em pleno mês de julho, auge do inverno, os termômetros oscilam bastante durante um mesmo dia. Então mais fácil do que blusões de lã, é usar uma camisa ou blusa leve de mangas longas + jaqueta ou blazer por cima – para ter a opção de tirar ou colocar o agasalho conforme a necessidade. Eu sou muito fã de chemise, acho uma peça que pode ficar arrumadinha e feminina como um vestido, e ao mesmo tempo cumprir o papel do conforto. Você pode usá-la tanto com um cinto, marcando a silhueta, como soltinha. Foi o que fiz na sugestão de hoje: apostei em um modelo estampado e despojado, mas arrematei com jaqueta (branca, de couro), que também acaba marcando o corpo. Compõe ainda minha produção uma bota média de amarrações, meia calça e bolsa a tiracolo. E hoje contamos com a participação especial da Minki, minha Lulu da Pomerânia. Que tal?

11a345791011121314